Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gato Pardo

Para quem conhece, vocês estão mais que vacinados. Vocês não conhecem isto? São maiores de idade? Trazem o vosso cartão de cidadão, boletim de vacinas e resgisto criminal? Não? Fantástico!!!

Gato Pardo

Para quem conhece, vocês estão mais que vacinados. Vocês não conhecem isto? São maiores de idade? Trazem o vosso cartão de cidadão, boletim de vacinas e resgisto criminal? Não? Fantástico!!!

Desafio "Manuel de Oliveira"...

15.07.09publicado por Gato Pardo

Pois é...

A minha cara leitora Xana lembrou-se que talvez eu não tivesse mais que fazer por estes dias, e mandou-me um desafio deveras interessante e com um selo todo pipi a acompanhá-lo...

O desafio consiste em divulgar 5 situações da minha vida que achasse merecedores de serem revistas em câmara lenta...

Passar o desafio a outros blogs...Como sempre, todos aqueles que não batem bem da bola e que visitam este blog, são livres de o fazer (isto para não dizer que tou de caçadeira apontada o que transforma um pedido numa exigência...LOL)...

Vejamos então...

 

- A minha infância...Tive momentos muito felizes, outros nem tanto...Mas dar-me-ia um enorme prazer rever o meu sorriso perante a minha primeira bicicleta, a felicidade dos golos marcados nas jogatanas de rua ou as tardes de domingo pregado à televisão para ver os desenhos animados...Tudo isto perante a supervisão da mulher que me ensinou muito do que sei, a minha estimada avó...

 

- O meu primeiro beijo (como deve ser)...Não porque tenha sido algo do outro mundo, mas porque um primeiro beijo é sempre algo digno de ser recordado numa espécie de película de 8 mm...

 

- O dia em que estourei um ordenado e uma parte do subsídio de natal para comprar a guitarra dos meus sonhos...120 contos na altura era muito guito...Mas a felicidade que me inundou quando saí da loja com ela no estojo valeu qualquer preço...Já a reacção da minha mãe ao "investimento", não foi tão agradável...E tenho a dizer que a guitarra se mantém na minha posse, tão linda como no primeiro dia...

 

- Ainda na vertente musical, a primeira vez que pisei um palco para tocar para um bando de malucos mais malucos que os 4 que ocupavam o palco...É um sensação indescritível que só quem passa por ela a pode definir...Horror, pânico, espamos musculares, you name it...Para mim, foi um dia que marcou a paixão pela música que mantenho até aos dias de hoje...

 

- (Quase...) Todos os erros que cometi até à data...Pode soar estranho, até um pouco masoquista, mas não me importava de recordar em câmara lenta as asneiras cometidas que me levaram até onde estou hoje...Simplesmente, porque por cada asneira cometida, é uma lição encaixada...Uma cicatriz que a vida me marca no corpo e na mente...Quantas tenho?Inúmeras...Quantas terei no futuro?Certamente muitas mais...Todos os dias estamos sujeitos a encruzilhadas em que corremos o risco de escolher a direcção errada a seguir...As palavras que julgamos certas, que se revelam as mais erradas...

Por cada erro cometido, tornei-me mais forte, mais ciente de mim mesmo e de tudo e todos que me rodeiam...Não seria a pessoa que sou se estivesse isento da condição humana que é o erro...São as lições de vida que nos tornam melhores pessoas, não as lições que as pessoas nos julgam incutir para sermos pessoas melhores...

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.